Notícias  
     
    FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO - ANÁLISE DE MÍDIA 09 OUT 2019
     
    Fonte : FPA
     
   

DOS JORNAIS DE HOJE: Jair Bolsonaro decidiu não conceder mais entrevistas aos jornalistas porque considera que a imprensa mente. O mais provável é que a narrativa seja uma estratégia para encobrir o que foi constatado e largamente publicado, que ao fazer declarações polêmicas o presidente perde mais apoio. Incapaz de ficar em silêncio, ele decidiu apenas conversar com apoiadores que pedem "selfies" e recados para suas comunidades. Diante de um desses pedidos, Bolsonaro inaugurou uma nova crise dentro do seu próprio partido. Difícil é saber se houve cálculo para lançar a polêmica ou não. Fala-se que ele estaria de saída do PSL há um bom tempo. O Estadão cita que a UDN já pediu registro na Justiça Eleitoral e que seria um possível destino da família Bolsonaro. Nos noticiários, essa briga interna é a principal questão relativa à política.

Infelizmente, o anúncio feito pelo WhatsApp de que houve envios de mensagens em massa ilegais durante a campanha de 2018 ficou restrito à Folha de S. Paulo. Os outros veículos não trataram do tema. A Folha aponta que diante do aumento da pressão, Bolsonaro está radicalizando ainda mais seu discurso.

O jornal O Globo, assim como todos os outros, mostra que o governo sofreu mais uma derrota. O TCU mandou suspender a campanha a favor do pacote anticrime de Sergio Moro. O ministro, aliás, ainda não se posicionou sobre as acusações de tortura e agressões contra a força-tarefa enviada pelo Ministério da Justiça para cuidar de presídios no Pará. Outro ministério que vem chamando atenção é o da Educação. 

Ontem, Weintraub lançou um programa de ensino técnico. A ideia é investir no ensino à distância, como informa o Estadão. De acordo com a imprensa, o ministro ataca o ensino superior para reforçar a importância do profissionalizante. Já o Valor Econômico publica reportagem com uma série de críticas ao BNDES. Especialistas e representantes de setores econômicos afirmam que da forma como está sendo projetada a atuação futura do banco, que faltará investimento na economia. O jornal informa também que a PEC da reforma sindical começará a tramitar no Congresso.

    Data de publicação : quarta-feira, 9 de outubro de 2019  10:32
    Compartilhar:
 
 

Av. dos Estivadores, 10 - Centro - Vitória - ES - CEP 29.010-710 - Telefone 2104-2002
Horário de funcionamento: de segunda-feira a sexta-feira das 08h às 12h e das 13h às 17h
Sindestiva Setemees - Copyright 2015
Administrador

 

Acessos