: : Notícias  
     
   

BRASIL PRECISA INVESTIR R$ 600 BI PARA NÃO FICAR REFÉM DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO

     
    Fonte : EM / Portos e Navios
     
   

Quando caminhoneiros entraram em greve em 21 de maio contra o preço do diesel, talvez não tenha ficado claro que parar as estradas poderia significar parar o Brasil. Por causa dos protestos, emergiram problemas de abastecimento, escolas suspenderam aulas, cirurgias foram canceladas, o presidente da Petrobras, Pedro Parente, pediu demissão e a população e a economia ficaram imobilizadas pela falta de gasolina nos postos. Em vez de mercadorias, a categoria entregou na porta de cada brasileiro um país à beira de um colapso, claramente dependente das rodovias e do petróleo. Nessa combinação explosiva, somou-se ainda contexto político inflamado que voltou a colocar fogo na crise que o Brasil vinha tentando superar. Se bastaram 10 dias para travar a nação, a saída desse cenário dramático é projetada para décadas, ao custo de, pelo menos, R$ 600 bilhões. Especialistas ouvidos pelo Estado de Minas afirmam que botar o país nos trilhos envolve, necessariamente, investimento em infraestrutura, em especial no transporte ferroviário e hidroviário, além do incentivo ao uso de biodiesel e aprofundamento do debate sobre a política de preços dos combustíveis.

:: Clique aqui para ler a matéria completa
    Data de publicação : segunda-feira, 4 de junho de 2018
 
 

Av. República, 10 - Centro - Vitória - ES - CEP 29.010-700 - Telefone 2104-2002
Horário de funcionamento: de Segunda-feira a Sexta-feira das 08h às 12h e das 13h às 17h
Sindestiva Setemees - Copyright 2015
Administrador

 

Acessos